Dicas Práticas para os Primeiros anos de vida

10 Atividades de Grande Valor Cognitivo para Crianças de todas as Idades

Quem disse que as coisas simples não podem ser transformadas em Atividades Cognitivas úteis?
"O verdadeiro educador está sempre reciclando sua prática pedagógica..."
10 Atividades de Grande Valor Cognitivo para Crianças de todas as Idades

Lembre-se sempre de que, o cérebro de uma criança é como uma folha de papel em branco, onde podemos escrever qualquer coisa, e isso inclui protocolos inúteis ou úteis...

Examinando a Questão...

Uma Atividade didática para ter valor cognitivo de fato precisa ser lúdica, ou seja, divertir sem aquela atribuição formal de que se trata de um processo educativo.

Não apenas para as crianças, mas entre jovens e adultos, a regra é a mesma. Ocorre que, no processo formal onde o educando se coloca de forma passiva diante do educador com a obrigação de assimilar alguma coisa de cunho apenas teórico, seu cérebro, por mais esforçado e qualificado que seja, não vai conseguir criar a experiência da vivência associada ao fato teorizado. Isso não ocorre quando se trata do processo lúdico, recreativo, quando o indivíduo pratica, sente e assimila sensorialmente aquele aprendizado.

A experiência sensorial é imprescindível para que o cérebro humano seja capaz de criar as sinapses que associam os relatos teóricos aos seus respectivos fatos. A partir desse evento associativo, a experiência ficará registrada como memória definitiva, o que não ocorreria caso o processo fosse apenas virtual, ou hipotético.

A seguir, eis algumas dicas ou reflexões, na verdade são chaves didáticas, que poderão ajudar pais e educadores na condução de alguns desses processos lúdicos e educativos...

  • Brincadeiras de adivinhações são excelentes para desenvolver a capacidade de abstração, concatenação e formação de ideias.
  • Brincar com água é uma necessidade para todas as crianças nervosas ou difíceis, e uma atividade altamente benéfica para as crianças em geral.
  • Uma brocha de pintar ou pincel largo e um balde com água limpa para pintar paredes da casa ou azulejos do banheiro, é um brinquedo que fascina as crianças e desperta nelas o senso de limpeza.
  • Os jogos de silêncio e imobilidade são ótimos como exercícios de controle motor e autodomínio das emoções.
  • Os brinquedos cantados são atividades de grande valor para a idade pré-escolar.
  • Brincadeiras ao ar livre devem começar com uma breve explicação da importância das árvores, animais, amizades, nossa família, etc. Isso desperta nas crianças amor à natureza e senso de cooperação.
  • Brincar de cuidar das plantas, assim como regar o jardim, são excelentes chaves motivacionais para despertar a sensibilidade ecológica, ou respeito à natureza, e serve sem distinção para todas as faixas etárias.
  • Colocar venda numa criança e pedir para que outra a Guie até um determinado local é uma excelente atividade para afirmação da ajuda voluntária e amizade. Cria em ambos um inestimável senso de cooperação e ética solidária. Desperta no condutor o senso de responsabilidade e respeito pelo outro. Cria no conduzido o senso de confiança no amigo, sensibilização às limitações alheias, além de aprender na prática sobre as dificuldades dos deficientes, especialmente os visuais.
  • Os Jogos coletivos, onde a criança desempenhe um papel importante para o desenvolvimento da atividade, acaba por criar em sua personalidade um elevado senso de responsabilidade social e autoconfiança.
  • Os jogos de adivinhação são excelentes como estímulos à criatividade e todo processo da composição da imaginação infantil. Além disso, trabalham de forma intensa o processo de coordenação, organização pessoal e associação de ideias.

Finalmente, não se limite ao escopo dessa lista de reflexões, estude seu caso e faça adaptações, afinal de contas, um modelo pedagógico estático só é capaz de formar cidadãos fleumáticos.


Também Recomendamos...