Dicas Práticas para os Primeiros anos de vida

12 Dicas sobre o Comportamento Social e a Criatividade Infantil

Aprender a conviver em grupo é o grande segredo para o saudável desenvolvimento da psique infantil, e a grande chave para o florescimento do respeito mútuo entre indivíduos, assim como da compaixão, e por que não, da inteligência e criatividade...
"Educador sem vocação, para uma criança, terá o mesmo efeito que teria a água tóxica para uma planta..."
12 Dicas sobre o Comportamento Social e a Criatividade Infantil

A reprodução eventual de música instrumental, especialmente aquelas do repertório clássico, permite a pacificação interior, sensibilização e melhora da capacidade auditiva...

Uma das mais importantes atribuições do processo cognitivo infantil é sem dúvida a socialização...

Isso quer dizer, interagir com outras crianças, ter experiências coletivas, compartilhar de atividades lúdicas especialmente dirigidas, onde o indivíduo como entidade singular, temporariamente, deixa de ser o centro das atenções, atuando a favor de um projeto possível de ser realizado apenas em grupo.

Nesse experimento de excepcional valor cognitivo, todos são iguais em importância, e todos são necessários como agentes ativos em prol de uma causa de interesse comum. Esse tipo de convivialidade faculta a emprego da ajuda mútua, assim como o florescimento do respeito pelas limitações de cada um.

E se todos trabalham para a concretização de um objetivo comum, os menos capazes serão ajudados pelos mais capazes, mas sem aquele sentimento de inferior ou superior; sem a ânsia do mérito a favor de apenas um indivíduo, uma condição que no tradicional modo Egocentrista é, e sempre será, a causa de todo antagonismo e separatismo entre pessoas.

O educador lúcido sabe de tudo isso, e não poupará esforços para que seus educandos se libertem dessa maldição moderna, a pedagogia egoísta e predatória que criou todas as fronteiras étnicas, morais e sociais que conhecemos.

A seguir, estão algumas dicas, na verdade reflexões, que poderão ajudar pais e educadores a encontrar uma direção na condução de suas crianças e alunos...

Afinal de Contas, você precisa saber que...

  • A criança se educa socialmente quando trabalha em grupo.
  • Quando a criança divide o seu trabalho com outros, ou ajuda alguém, aprende a prática de hábitos de cortesia, respeito mútuo e ordem.
  • Ao ser amada, a criança compreenderá melhor suas fraquezas, e isso facilita todo seu processo de aprendizagem.
  • A bondade, aliada à firmeza e não a rudeza de palavras, estes itens são poderosos instrumentos para se conseguir a obediência ou disciplina da criança.
  • Bons brinquedos e jogos inteligentemente dirigidos transformam o mundo da criança.

  • Dos quatro aos seis anos, a criança deve ter à sua disposição e em grande abundância, brinquedos e jogos de todo o tipo, atividades que estimulem o seu espírito criador.
  • Os materiais que estimulam a atividade criadora são, por exemplo, papel em folhas grandes, papel de seda, lápis, crayon, tinta, pincéis, giz de cera, quadro-negro, massas, brinquedos de recortes, caixas velhas de cartolina, etc.
  • Os brinquedos que precisam ser puxados ou empurrados pela criança auxiliam-na a desenvolver o equilíbrio e aprender a andar e correr.
  • Brinquedos de armar estimulam a habilidade.
  • Brinquedos compostos de mais de uma parte exercitam a coordenação e sincronização do tato com a visão.
  • Incentivar uma criança a dizer o que está sentindo, ajuda no processo de autoexpressão, criatividade e humanização.
  • Quando são ensinadas a praticar a cortesia e a camaradagem, logo, se tornam naturalmente mais sensíveis, mais serenas, menos ansiosas, mais reflexivas e organizadas.

Finalmente, não se limite ao escopo dessa lista de reflexões, estude seu caso e faça adaptações, afinal de contas, um modelo pedagógico estático só é capaz de formar cidadãos fleumáticos.

Também Recomendamos...