Educação Básica e Maternal
Educação Básica e Maternal
Dicas para Contação de Histórias no Jardim de Infância
Autor: Site de Dicas [1]
02 de Fevereiro de 2016
Série: Dicas Práticas para os Primeiros anos de vida
Quem disse que as coisas simples não podem ser transformadas em Atividades Cognitivas úteis?
"Historinhas são tão importantes para a criança, quanto a necessidade de brincar..."
Contação de Histórias
Uma criança atenta assimila as informações de forma consciente e inconsciente, e isso quer dizer que, o educador deve ser duplamente cauteloso na escolha do conteúdo de suas preleções...
Contação de Histórias
Uma criança atenta assimila as informações de forma consciente e inconsciente, e isso quer dizer que, o educador deve ser duplamente cauteloso na escolha do conteúdo de suas preleções...

A professora de jardim de Infância e Maternal deve contar histórias diariamente. Estas podem ser conhecidas ou novas, dependendo do interesse da turma, sendo que o número de repetições é ilimitado.

O Educador deve saber que, para as crianças, a repetição de histórias têm um valor especial, uma vez que ajuda no processo de fixação em sua memória, além de permitir as variações que irão ampliar o modo como passam a enxergar o contexto das coisas; o grau de aprofundamento de uma ideia, o conceito de que todo ponto de vista pode ser descrito e compreendido de múltiplas formas.

A escolha das histórias deve ser feita entre os livros de pouco texto, linguagem simples e com ilustrações grandes e sugestivas, atendendo às diferentes necessidades da turma.

Exemplo: A professora sabe, por informações dos pais, que uma das crianças do grupo tem problemas de alimentação. Ela, então, poderá contar uma história do COELHINHO MANHOSO, ou outra onde exista, como fundo, um ensinamento relacionado à alguém que não gosta de comer.

No preparo de um plano de trabalho atender-se-á a diferentes itens, dentre os quais:

  • Horário - Em jardim, com exceção das atividades em que a escola necessita que haja uma coordenação de horário das turmas (lavagem das mãos, merenda, higiene dentária, recreio, repouso), o horário não pode ser rígido.

    As atividades deverão surgir do modo mais natural possível e de acordo com as oportunidades.

    A criança não deve sentir que há "hora da história". Para tal a professora deve usar de todos os artifícios.

  • Local e Arrumação - A professora poderá contar a história dentro da sala, no pátio, com as crianças sentadas nos degraus de uma escada, no jardim, etc.

    Quanto à arrumação, as crianças deverão ficar de frente para a professora de modo que todas vejam perfeitamente o livro, a professora dramatizando a história ou o material que está sendo usado.

  • Motivação - A criança não deve perceber que a professora deseja contar uma determinada história. Cabe a esta, pondo em jogo toda a sua habilidade, levar o interesse do grupo a um ponto tal que a história venha a ser solicitada pelo mesmo.

  • Apresentação da História - A professora precisa conhecer bem o texto da história porque ela não deve ler mas, sim, contar; e contar com linguagem simples, ao alcance do grupo que a ouve.

    A história deve ser contada com o auxílio do material (livro, desenhos no quadro negro, fantoches, gravuras, figuras dos personagens recortadas em cartolina, teatros de sombra e de vara, etc.) porque a criança de jardim precisa de algo concreto para poder seguir a sequência do que lhe está sendo contado.

    Durante a história a professora pode, de vez em quando, solicitar a cooperação da criança - por exemplo: "... e agora", diz ela virando a página e mostrando às crianças; "Olhem quem vem falar com o cãozinho ... isso mesmo o padeiro."

    Este artifício poderá também ser usado quando a professora perceber que houve um momentâneo desinteresse das crianças.

  • Comentário - Embora a história, para a criança, seja sempre apenas recreativa, a professora não deve deixar escapar esta esplêndida oportunidade de aumentar os conhecimentos do grupo por meio de comentários sobre a mesma.

    Para isso, a professora, ao escolher a história, deve prever o que de interessante e útil poderá conversar com as crianças.

    Exemplo: Numa história em que um cãozinho fala com pessoas de diferentes profissões, o assunto do comentário pode ser encaminhado para explorar o lado prático das "profissões" - Poderão ser aquelas mencionadas na história, outras que as crianças conheçam, ou algumas que a professora de forma calculada "lembra".

Fim do Texto
Editoria de Educação do Site de Dicas.
Veja mais detalhes sobre o autor ou autores nas notas abaixo.

Nota de Copyright ©
Proibida a reprodução para fins comerciais sem a autorização expressa do autor ou site.

Sobre a Autoria:
[1] Todas as dicas foram elaboradas por nossa equipe multidisciplinar especializada em Educação Infantil, Juvenil e adulta, que é formada por Educadores, Pesquisadores, Psicopedagogos e outros especialistas da área educacional, com exclusividade para o Site de Dicas.

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber por Email as novidades do Site

Delivered by FeedBurner

Assuntos Relacionados
Dicas de Educação
Artigos de diversos autores sobre Educação geral, Integral e Consciencial.
Dicas de Educação Integral
Matérias inéditas sobre Educação Holística escritas com exclusividade para o Site
Dicas de Educação
Dicas úteis de Educação e Atividades didáticas em geral para Pais e Educadores.
Atividades Didáticas para Imprimir
Tarefas, brincadeiras educativas para todas as faixas etárias, já prontas para impressão
Guia de Atividades
Uma seleção de brincadeiras didáticas que podem ser praticadas em qualquer ambiente.
Curso de Criação de Atividades
Dicas práticas que capacita o Educador ou Pai a criar suas próprias Atividades Didáticas.
Conte seu Problema
O comportamento infantil à luz da psicanálise. Relatos de Casos autênticos.
Podemos Ensinar os Jovens
Histórias reais, exemplos tirados do dia a dia, um valioso referencial para todos
Opinião
A Opinião dos nossos redatores sobre temas polêmicos e atuais
Vídeos Educativos Selecionados
Uma coleção de vídeos educativos escolhidos e comentados pelo site
Humor Reflexivo
Um Humor inteligente que retrata as contradições e dramas do Homem
Outras Sugestões de Leitura