Fábulas de Esopo Ilustradas
Fábulas de Esopo Ilustradas
Fábulas Edificantes para todas as Idades
As Duas Cabras
Autor: Site de Dicas, Esopo [1]
05 de Janeiro de 2016

O que podemos aprender sobre nós mesmos?

Fábula, As Duas Cabras
Flexibilidade é a chave para boas relações pessoais...
Fábula, As Duas Cabras
Flexibilidade é a chave para boas relações pessoais...

Duas Cabras brincavam alegremente sobre as pedras, na parte mais elevada de um vale montanhoso. Ocorre que se encontravam separadas, uma da outra, por um abismo, em cujo fundo corria um caudaloso rio que descia das montanhas.

O tronco de uma árvore caída era o único e estreito meio de cruzar de um lado ao outro do despenhadeiro, e nem mesmo dois pequenos esquilos eram capazes de atravessar ao mesmo tempo, com segurança.

Aquele estreito e precário caminho era capaz de amedrontar mesmo o mais bravo dos pretendentes à travessia, Exceto àquelas duas Cabras.

Mas, o orgulho de cada uma delas não permitiria que uma permanecesse diante da outra, sem que isso não representasse uma afronta ou ameaça aos seus domínios, apesar de ocuparem lugares distintos, espaços próprios, separados pela profunda garganta.

Então resolveram atravessar, ao mesmo tempo, o estreito caminho. A intenção de ambas era decidir qual delas deveria permanecer naquele local, já que tratava-se de uma questão de honra, preservar seu espaço sagrado. E no meio da travessia, as duas se encontraram, e logo começaram a se agredir mutuamente com seus poderosos chifres.

Desse modo, firmes na decisão de levar adiante o forte desejo pessoal de dominação e supremacia, nenhuma das duas mostrava disposição em ceder caminho à adversária. Assim, pouco tempo depois, acabaram por cair na profunda grota, e assim sucumbiram arrastadas pela forte correnteza do rio.


Moral da História:
Na maioria das vezes, o ato de abrir mão de uma vaidade pessoal, orgulho ou teimosia, pode nos proporcionar grandes benefícios.


Outras Fábulas que Recomendamos


Veja mais detalhes sobre o autor ou autores nas notas abaixo.

Nota de Copyright ©
Proibida a reprodução para fins comerciais sem a autorização expressa do site.

Sobre a Autoria:
As Fábulas publicadas nesse site, quando comparadas com as versões disponíveis no ocidente, são consideradas as mais fiéis transcrições em língua portuguesa dos escritos originais de Esopo. Usamos como referência a obra de Rev. Geo. Fyler Towwnsend, M.A., cujo trabalho resume uma vasta compilação a partir dos originais Gregos, e publicada por George Routledge and Sons, London, 1905.
A tradução dessa obra foi realizada com exclusividade para o Site de Dicas.

email: contato@sitededicas.com.br

Notas sobre O Autor:
[1]
Esopo, o mais conhecido dentre os fabulistas, foi sem dúvida um grande sábio que viveu na antiguidade. Sua origem é um mistério cercado de muitas lendas. Mas, pode ter ocorrido por volta do ano 620 A.C.

E embora várias localidades reivindiquem o posto maternal, é comum que o tratem como originário de uma cidade chamada Cotiaeum na província da antiga Frígia, Grécia.

Acredita-se que já nasceu escravo e pertenceu a dois senhores. O Segundo, viria a torná-lo livre ao reconhecer sua grande e natural sabedoria. Conta-se que mais tarde ele se tornaria embaixador.

Em suas fábulas, ou parábolas, ricas em ensinamentos, ele retrata o drama existencial do homem, substituindo os personagens humanos por animais, objetos, ou coisas inanimadas do reino vegetal e mineral.

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber por Email as novidades do Site

Delivered by FeedBurner

Assuntos Relacionados
Contos Reflexivos
Fábulas modernas de grande profundidade. Uma visão inteligente da realidade humana
Podemos Ensinar os Jovens
Histórias reais, exemplos de vivências que poderão servir como referência para todos
Contos Infantis Ilustrados
Maravilhosos Contos Infantis Ilustrados que encantam Jovens e Adultos
Contos da Carochinha
Contos de exemplos dos antigos. São os contos populares contados por nossas Avós
Outras Sugestões de Leitura