Fábulas de Esopo Ilustradas
Fábulas de Esopo Ilustradas
Fábulas Edificantes para todas as Idades
O Avarento
Autor: Site de Dicas, Esopo [1]
08 de Janeiro de 2016

Bom Cultivo é Quando dele Fazemos Uso...

Fábula, O Avarento
Sabedoria sem utilidade, Estupidez em plena atividade...
Fábula, O Avarento
Sabedoria sem utilidade, Estupidez em plena atividade...

Um Avarento tinha enterrado seu pote de ouro num lugar secreto do seu jardim.

E todos os dias, antes de ir dormir, ele ia até aquele local, desenterrava o pote e contava cada moeda de ouro para ver se estava tudo lá.

Ocorre que, de tanto repetir aquelas viagens ao mesmo ponto, um Ladrão, que já o observava há bastante tempo, curioso para saber o que o Avarento estava escondendo, veio na calada da noite, e secretamente desenterrou o tesouro levando-o consigo.

Quando o Avarento descobriu sua grande perda, foi tomado de aflição e desespero.

E caindo em prantos, Ele gemia e chorava, enquanto puxava os poucos cabelos que ainda lhe restavam, maltratados pela absoluta falta de cuidados.

Alguém que passava pelo local, ao escutar seus lamentos, quis saber o que acontecera.

"Meu ouro! Todo meu ouro..." chorava inconsolável o avarento, "alguém o roubou de mim!"

"Seu ouro? Ele estava nesse buraco? Por que você o colocou aí? Por que não o deixou num lugar seguro, como dentro de casa, onde poderia mais facilmente pegá-lo quando precisasse comprar alguma coisa?"

"Comprar?" exclamou furioso o Avarento. "Você não sabe o que diz... Ora, eu jamais usaria aquele ouro. Nunca pensei de gastar dele uma peça sequer..."

Então, o estranho pegou uma grande pedra e jogou dentro do buraco vazio.

"Se é esse o caso," ele disse, "enterre então essa pedra. Ela terá o mesmo valor que tinha para você o tesouro que perdeu..."

Moral da História:
Uma coisa ou posse só tem valor quando dela fazemos uso...


Outras Fábulas que Recomendamos


Veja mais detalhes sobre o autor ou autores nas notas abaixo.

Nota de Copyright ©
Proibida a reprodução para fins comerciais sem a autorização expressa do site.

Sobre a Autoria:
As Fábulas publicadas nesse site, quando comparadas com as versões disponíveis no ocidente, são consideradas as mais fiéis transcrições em língua portuguesa dos escritos originais de Esopo. Usamos como referência a obra de Rev. Geo. Fyler Towwnsend, M.A., cujo trabalho resume uma vasta compilação a partir dos originais Gregos, e publicada por George Routledge and Sons, London, 1905.
A tradução dessa obra foi realizada com exclusividade para o Site de Dicas.

email: contato@sitededicas.com.br

Notas sobre O Autor:
[1]
Esopo, o mais conhecido dentre os fabulistas, foi sem dúvida um grande sábio que viveu na antiguidade. Sua origem é um mistério cercado de muitas lendas. Mas, pode ter ocorrido por volta do ano 620 A.C.

E embora várias localidades reivindiquem o posto maternal, é comum que o tratem como originário de uma cidade chamada Cotiaeum na província da antiga Frígia, Grécia.

Acredita-se que já nasceu escravo e pertenceu a dois senhores. O Segundo, viria a torná-lo livre ao reconhecer sua grande e natural sabedoria. Conta-se que mais tarde ele se tornaria embaixador.

Em suas fábulas, ou parábolas, ricas em ensinamentos, ele retrata o drama existencial do homem, substituindo os personagens humanos por animais, objetos, ou coisas inanimadas do reino vegetal e mineral.

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber por Email as novidades do Site

Delivered by FeedBurner

Assuntos Relacionados
Contos Reflexivos
Fábulas modernas de grande profundidade. Uma visão inteligente da realidade humana
Podemos Ensinar os Jovens
Histórias reais, exemplos de vivências que poderão servir como referência para todos
Contos Infantis Ilustrados
Maravilhosos Contos Infantis Ilustrados que encantam Jovens e Adultos
Contos da Carochinha
Contos de exemplos dos antigos. São os contos populares contados por nossas Avós
Outras Sugestões de Leitura