Folclore Brasileiro Ilustrado
Folclore Brasileiro Ilustrado
Folclore Brasileiro Ilustrado - A Missa dos Mortos
Autor: Editoria de Pesquisas Site de Dicas[1]
15 de Fevereiro de 2016
Série: Personagens do Folclore Brasileiro
Nos mitos está a essência de grande parte de nossas crenças e superstições...

Os Aspectos Gerais do Mito da Missa dos Mortos

A Missa dos Mortos
Mistérios difíceis de explicar acabam por se tornar alegorias mitológicas...
A Missa dos Mortos
Mistérios difíceis de explicar acabam por se tornar alegorias mitológicas...

Esta é uma das lendas mais tradicionais do Brasil.

Existe um registro muito popular de fatos dessa natureza que aconteceram na Cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais, no começo do século XX, por volta de 1900. O caso todo ocorreu numa pequena Igreja que ficava ao lado de um cemitério, e esta era a Igreja de Nossa Senhora das Mercês de Cima.

Quem presenciou uma dessas missas foi o zelador e sacristão da Igreja. Ele chamava-se João Leite e era muito popular e querido em toda aquela região.

Conta-se que numa noite, já deitado, ele viu luzes na Igreja e pensando que fossem ladrões foi investigar. Para sua surpresa, viu que o templo estava cheio de fiéis, lustres acesos e o padre se preparando para celebrar uma missa. Ao entrar já percebeu que o ambiente estava mais frio que o relento do lado de fora.

A princípio só estranhou o fato de que todo mundo estava vestindo roupas escuras e permaneciam de cabeças baixas. No mais, tudo parecia caminhar para uma cerimônia religiosa tradicional. Cheiro de incenso no ar, altar arrumado, e um silêncio sepulcral. Achou também estranho uma missa naquela hora, e sem que ele nada soubesse. Era de fato uma coisa atípica. E os cabelos dos seus braços já ficaram arrepiados e um frio esquisito percorreu seu corpo inteiro.

Quando o padre se voltou para dizer o "Dominus Vobiscum"[2], ele viu que seu rosto era uma caveira. Viu que também os coroinhas eram esqueletos vestidos com aquelas roupas que mais pareciam mortalhas. Não esperou para ver o resultado, saiu apressado dali e viu a porta que dava para o cemitério escancarada.

Voltou para casa sem saber o que pensar, completamente desorientado. Do seu quarto, ficou ouvindo aquela missa do outro mundo até o fim.

Informações Complementares sobre a Missa dos Mortos

Nomes comuns: Missa das Almas, Missa das Almas Penadas.

Origem Provável: É sem dúvida originária da Europa. Em Portugal e Espanha, por volta da idade média, já se conheciam lendas com estas. Os romanos antigos acreditavam que os fantasmas dos parentes mortos se reuniam de tempos em tempos. Assim, eles, como também os Mouros espanhóis, celebravam a Festa dos Mortos. O objetivo era espantar os fantasmas errantes dos antepassados. Em Portugal é conhecida como "A Missa das Almas", e na Espanha como "La Misa de las Animas".

No caso brasileiro, é uma lenda muito comum em todo interior do país, embora seja citada como primeiramente relatada em Ouro Preto, Minas Gerais, na Igreja de Nossa Senhora das Mercês de Cima.

Também em Minas Gerais, na cidade de São João Del Rei, na Matriz de N. S. do Pilar, existe um relato semelhante. Nesse caso, aconteceu com uma viúva, moradora do lugar. Ela teria assistido a uma dessas missas e perdeu a noção do tempo. Quando o sino bateu doze vezes, à meia-noite, tudo desapareceu ficando ela sozinha completamente desorientada, e imaginando se tudo aquilo não passara de um sonho, daqueles que parecem a mais pura realidade.

De acordo com a crença de alguns, a pessoa que presencia uma dessas missas, está perto de morrer ou seria um aviso de que vai morrer alguém conhecido dela. Já outros afirmam que é um sinal de longevidade.

Outros Mitos do Folclore Brasileiro
Editoria de Pesquisas Folclóricas so Site de Dicas.
Veja mais detalhes sobre o autor ou autores nas notas abaixo.

Nota de Copyright ©
Proibida a reprodução para fins comerciais sem a autorização expressa do site.

[1] A Editoria de Pesquisas Folclóricas, é composta por dois antropológos, sendo um deles também folclorista, historiador e publicitário. Contamos ainda com a colaboração de uma pedagoga e antropóloga especializada em Tradições Populares e Costumes Antigos, e também com as valorosas contribuições dos nossos leitores.
Veja aqui nossa Bibliografia consultada.

[2] Frase em latim que significa "O Senhor esteja convosco", cujo responso, é: "Et cum spiritu tuo" ("E com o vosso espírito"). É um sacramental antigo em forma de saudação, tradicionalmente usado pelo clero na Missa do Rito romano, e na administração de outros sacramentos e sacramentais desse mesmo rito, bem como em liturgias de outras denominações cristãs ocidentais.

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber por Email as novidades do Site

Delivered by FeedBurner

Outros Mitos Recomendados
Assuntos Relacionados
Personagens do Folclore
Os aspectos gerais da contribuição folclórica de cada estado brasileiro
Contos Reflexivos
Fábulas modernas de grande profundidade. Uma visão inteligente da realidade humana
Fábulas Ilustradas
Com Excelente potencial didático, ajudam na reflexão e modelagem do Caráter e Ética
Contos Infantis Ilustrados
Maravilhosos Contos Infantis Ilustrados que encantam Jovens e Adultos
Contos da Carochinha
Contos de exemplos dos antigos. São os contos populares contados por nossas Avós
Podemos Ensinar os Jovens
Histórias reais, exemplos de vivências que poderão servir como referência para todos
Opinião
A Opinião dos nossos redatores sobre temas polêmicos e atuais
Humor Reflexivo
Um Humor inteligente que retrata as contradições e dramas do Homem